PARÓQUIA DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS
Av Raimundo Gonçalves de Oliveira, 217 - Centro - CEP: 59675-000 - GROSSOS/RN
Email: paroquiadegrossos@hotmail.com (84) 3327-2383
Fundada em 30 de maio de 2008

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Dom Bosco, vem conosco caminhar!

 Nasceu perto de Turim, na Itália, em 1815. Muito cedo conheceu o que significava a palavra sofrimento, pois perdeu o pai tendo apenas 2 anos. Sofreu incompreensões por causa de um irmão muito violento que teve. Dom Bosco quis ser sacerdote, mas sua mãe o alertava: “Se você quer ser padre para ser rico, eu não vou visitá-lo, porque nasci na pobreza e quero morrer nela”.

Logo, Dom Bosco foi crescendo diante do testemunho de sua mãe Margarida, uma mulher de oração e discernimento. Ele teve que sair muito cedo de casa, mas aquele seu desejo de ser padre o acompanhou. Com 26 anos de idade, ele recebeu a graça da ordenação sacerdotal. Um homem carismático, Dom Bosco sofreu. Desde cedo, ele foi visitado por sonhos proféticos que só vieram a se realizar ao longo dos anos. Um homem sensível, de caridade com os jovens, se fez tudo para todos. Dom Bosco foi ao encontro da necessidade e da realidade daqueles jovens que não tinham onde viver, necessitavam de uma nova evangelização, de acolhimento. Um sacerdote corajoso, mas muito incompreendido. Foi chamado de louco por muitos devido à sua ousadia e à sua docilidade ao Divino Espírito Santo.

Dom Bosco, criador dos oratórios. Catequeses e orientações profissionais foram surgindo para os jovens. Enfim, Dom Bosco era um homem voltado para o céu e, por isso, enraizado com o sofrimento humano, especialmente, dos jovens. Grande devoto da Santíssima Virgem Auxiliadora, foi um homem de trabalho e oração. Exemplo para os jovens, foi pai e mestre, como encontramos citado na liturgia de hoje. São João Bosco foi modelo, mas também soube observar tantos outros exemplos. Fundou a Congregação dos Salesianos dedicada à proteção de São Francisco de Sales, que foi o santo da mansidão. Isso que Dom Bosco foi também para aqueles jovens e para muitos, inclusive aqueles que não o compreendiam.

Em 31 de janeiro de 1888, tendo se desgastado por amor a Deus e pela salvação das almas, ele partiu. Mas está conosco no seu testemunho e na sua intercessão.

São João Bosco, rogai por nós!

Fonte: Canção Nova

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Fotos da Missa de despedida do Pe. Carlinhos e posse do Seminarista Eriberto

FOTOS: Ronaldo Josino

Seminarista Eriberto, administrador Paroquial
 




Ontem (29) realizou-se na Igreja Matriz do Sagrado Coração de Jesus, a Missa de despedida do Pe. Carlinhos e posse do novo administrador paroquial, o Seminarista Eriberto.
A celebração presidida por Dom Mariano, foi repleta de emoções, fruto da amizade que a comunidade desenvolveu ao longo de quase 5 anos.
Estavam presentes todas as comunidades da Paróquia (que são 12 no total). Após a celebração foi oferecido um coquetel no Centro Catequético Dom Bosco.
As missas na paróquia sofreram alterações, já que um sacedorte virá de Mossoró apenas nos finais de semana para celebrar.
Segundo Dom Mariano, o Seminarista Eriberto, até o final do ano, será ordenado Padre da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus.

domingo, 29 de janeiro de 2012

É hoje a Missa de despedida do Pe. Carlinhos e posse do Novo Vigário

Hoje, logo mais às 19h30, toda a Paróquia do Sagrado Coração de Jesus estará presente na Igreja Matriz para se despedir do nosso querido Pe. Carlinhos e acolher o novo Vigário Paroquial. Concerteza a celebração será marcada por muita emoção, já que o Pe. Carlinhos ao longo destes anos manteve uma sólida relação de amizade com os paroquianos. Suas brincadeiras e o seu carinho vão ficar guardados no coração de muita gente.

Muita sorte em sua nova Missão! Pois como diz a canção "No grito que vem do meu povo, te escuto de novo chamando por mim!"E assim é feito, a Igreja clama em outros lugares e quem foi chamado ao sacerdócio responde.

sábado, 28 de janeiro de 2012

ÚLTIMA MISSA DO PE. CARLINHOS NA ZONA RURAL

Pe. Carlinhos e as crianças
Cidinha, Pe. Carlinhos, Lourdes e Sr. Luis (de quem são as fotos)

Ontem o Pe. Carlinhos celebrou sua última missa em uma comunidade rural. Como já é de costume cada 2ª e 4ª sexta-feira de cada mês é realizada a celebraçaõ eucarística na Capela de N. Sra. Auxiliadora na comunidade de Barra, zona rural de Grossos.
Na missa o sacerdote se despediu da comunidade, deixando uma palavra de agradecimento a todos que ao longo de quase 5 anos de seu ministério o acompanharam, desenvolvendo assim um exelente trabalho que deixa muitos frutos.
No final da celebração, Pe. Carlinhos agradeceu o trabalho da Coordenadora de Pastoral de nossa paróquia, Maria de Fátima (Fatinha) que sempre esteve junto dele nas comunidades rurais de Barra, Pernambuquinho  e Valença.
A posse do novo Vigário Paroquial acontece no próximo domingo (29) na Igreja Matriz do Sagrado Coração de Jesus em Grossos.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

LUCERNÁRIO - A celebração da Luz



Ontem, na capela de São Vicente (Grossos-RN) realizou-se o LUCERNÁRIO, esta foi a última celebração presidida pelo Pe. Carlinhos em nossa cidade. A celebração que tem todo o seu significado e liturgia voltada para a luz, foi feito na Recordação da Vida um retrospecto de todos os sinais de luz e de trevas nesses 4 anos que o sacerdote esteve a frente da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus. O Pe. Carlinhos optou pela Capela de São Vicente e não pela Igreja Matriz, pois segundo o mesmo, sua primeira Missa em nossa paróquia foi na Capela de São Vicente. A posse do novo Vigário Paroquial acontece no próximo domingo (29) na Igreja Matriz do Sagrado Coração de Jesus.

Fotos: Professor Ronaldo

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Lucernário

Imagem da Internet

No próximo dia 26, (amanhã) será celebrado na capela de São Vicente o LUCERNÁRIO; uma vígilia de súplica por nossa paróquia e de agradecimento pelo trabalho do Pe. Carlinhos em nossa comunidade.

Mas, o que é um Lucernário?
Nos primeiros tempos da Igreja, os cristãos santificavam o fim do dia com uma prece comunitária. Nos mosteiros, cantavam-se as “Véspera” ou “Completas”. Nos meios paroquiais, porém, era costume fazer o “Ofício do Lucernário” e as antigas “Vigílias”, muito freqüentes, ainda, nas Igrejas Orientais.
O nome «Lucernário» faz alusão evidente às luzes que se acendiam ao findar o dia. Este rito tem a luz como centro. Os fiéis se reuniam nas igrejas para juntos fazerem a oração da noite do povo de Deus, agradecer os benefícios recebidos durante o dia e suplicar a proteção de Deus durante a noite que se iniciava.
O simbolismo da luz representa um papel importante no conteúdo das horas de Laudes e Véspera: a luz do novo dia é cantada como símbolo de Cristo ressuscitado; e as luzes que se acendem ao cair da noite recordam a luz plena e sem ocaso que é o próprio Cristo.

Fonte da resposta: LUCERNÁRIO - Oficío da Noite

Mensagem

Pe. Carlinhos,
Muitas vezes somos surpreendidos  por fatos que acontecem em nossas vidas independentes de nossa vontade ou desejo. Porem quando temos uma missão a ser cumprida, devemos aceita-los, pois faz parte dos desígnios de DEUS. 
Hoje louvamos e agradecemos a Deus pelo dom de sua vida, de quem a Providência Divina se serviu a fim de nos permitir estar aqui para agradecer o seu trabalho nesta comunidade. Nós somos gratos a Deus por sua sabedoria pastoral e também os seus conselhos que sempre nos direcionam para o caminho certo.
Essa nova etapa em sua vida será uma chance de fazer novos amigos, ajudar mais pessoas, ensinar novas lições, dar cada vez mais amparo, rezar e agradecer mais vezes; e também de olhar a sua missão, de lançar as redes como uma dádiva de Deus.
Hoje, nós aqui presentes, compreendemos um pouco a vocação para o sacerdócio como sendo um dom divinal, um dom para o qual é preciso abrir mão de muitas coisas essenciais na vida, um verdadeiro despojar-se de si mesmo, para que no fim, se obtenha o tudo ofertado pelas mãos de Deus. É ser grato, estar disposto, muitas vezes não é compreendido, é ser forte, destemido mesmo que o coração esteja partido pela dor.
Um grande pensador disse:
“Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha, porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra! Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha e não nos deixa só porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós. Essa é a mais bela responsabilidade da vida e a prova de que as pessoas não se encontram por acaso.”
Por todos esses anos que passamos unidos, agradecemos pelo seu contínuo esforço, zelo e dedicação e principalmente, por ser este fiel amigo e pai espiritual que conduz, amorosamente, os nossos passos em direção a Deus. Saiba que somos muito felizes e sentimo-nos agraciados por tê-lo em nosso meio. Nós lhe agradecemos e pedimos as bênçãos de Deus e que a Virgem Mãe Santíssima o cubra e proteja com Seu Manto Celestial, estando à frente de todas as dificuldades e obstáculos que se puserem em seu caminho.
Estaremos sempre torcendo e rezando pelo senhor.


Coordenação Central da Paróquia do SCJ

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Encerramento da Colônia de Férias - 2012

Fotos do Professor Ronaldo
No ultimo sábado (21) foi realizado o encerramento da colônia de Férias - 2012. Após a Missa de encerramento, os participantes apresentaram seus trabalho que haviam desenvolvido durante toda a semana.
Parabéns a todos os  que organizaram o evento, mas precisamente ao grupo dos Salesianos Cooperadores, liderado por nossa amiga Fatinha.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012